Segunda-Feira, 21 de Abril de 2014

Istambul - Restaurantes

Foto: Restaurante às margens do Bosfóro

Alimentação
Se alguém pensa, como eu antes, que vai ter problemas para comer em Istambul, está redondamente enganado. A culinária não se restringe apenas aos pratos típicos, que aliás são muito apetitosos, e aos kebabs, que podem ser de carne, peixe ou legumes. O Bósforo é rico em peixes e frutos do mar e há uma variedade imensa. São geralmente servidos grelhados e pode-se escolher o acompanhamento. O que mais apreciamos foi o levrek, “perca” em português, um peixe pequeno muito saboroso. A salada, também, faz parte dos cardápios. Frutos do mar e legumes são muito utilizados nas entradinhas, mezes, uma constante nas refeições, atraentes e deliciosas. Você se senta à mesa e logo o garçom vem trazendo uma bandeja com várias opções. Impossível recusar!

Restaurantes
Por recomendação da guia, reforçada pelo gerente do hotel, fomos na segunda noite a um lugar chamado Kumkapi, onde se concentra uma porção de restaurantes. Tínhamos a indicação de um, o que evitou ficarmos andando de lá para cá, mas nem era necessário. Vimos vários que nos agradaram e se tivéssemos muitas noites íamos experimentar outros. O lugar é super interessante, alegre, animado. Mesinhas nas calçadas, música ao vivo, gente escutando, gente cantando e até dançando. O que mais curti foi apreciar os tocadores de ut, um instrumento semelhante ao alaúde. Tem um som diferente, nostálgico.
Na hora do almoço, nada melhor do que fazer a refeição num dos restaurantes do Mercado de Peixe, às margens do Bósforo. Inocentes, lá fomos nós. Não imaginávamos que íamos ser tão disputados. Os donos, cardápio na mão, nos agarravam e procuravam nos convencer a ficar na sua casa, oferecendo mil vantagens. Nem sei como chegamos a escolher um. Posso dizer que acertamos, pois comemos muito bem e a bom preço.
Outra experiência estimulante foi o almoço no Pandeli, um dos mais antigos restaurantes de Istambul. Situado no Bazar das Especiarias, seu interior é decorado com azulejos azuis no estilo Iznic. Inocentes outra vez, lá fomos nós. Tivemos dois problemas: chegar lá e conseguir uma mesa. Sendo sábado, as ruas em volta estavam entulhadas de gente e quase fomos massacrados. O restaurante estava lotado. A espera seria de uma hora. Decepcionados, já íamos saindo quando o senhor encarregado das reservas nos perguntou se aceitávamos dividir uma mesa com outro casal. Concordamos logo e foi até muito agradável. Conversamos à beça com o rapaz e a moça gregos e provei dois pratos típicos. Sem falar na sobremesa, uma seleção de doces também típicos, divinos.

Mas se você for à Istambul e quiser conhecer o Pandeli, não deixe de fazer reserva.

Em Kumkapi:
Fenner – Telli Odalar Sokak nº 5
Yengeç – em frente ao Fenner
Pandeli - 2º andar do Bazar Egípcio ou das Especiarias – tel: (0212) 527-3909 ou 522-5534 

Copyright © 2007 • Myrthes Lima • Todos os direitos reservados • WebmasterDicas Culturais